in

Alimentos Funcionais

Alimentos Funcionais

Alimentos funcionais oferecem vários benefícios à saúde, além de suas funções nutricionais básicas, podendo reduzir o risco de doenças crônicas degenerativas, como câncer e diabetes, hipertensão entre outras.

Combinam produtos comestíveis de alta flexibilidade com moléculas biologicamente ativas, corrigindo distúrbios metabólicos, resultando em redução dos riscos de doenças e a manutenção da saúde.

Os alimentos e ingredientes funcionais podem ser classificados em origem vegetal, animal ou quanto aos benefícios que oferecem. Pertencem à classe da nutrologia e não da farmacologia, merecendo uma categoria própria, concentrado mais na redução dos riscos do que na prevenção.

No organismo atuam nas seguintes áreas:

  • Gastrointestinal
  • Cardiovascular
  • Metabolismo de substratos
  • Crescimento e desenvolvimento
  • Diferenciação celular
  • Antioxidantes

SAIBA MAIS:

É necessário que o seu consumo seja regular a fim de alcançar seus benefícios.

Indicação de maior uso de vegetais, frutas, cereais integrais na alimentação regular, pois grande parte dos componentes ativos estudados se encontra nesses alimentos.

Substitua em parte o consumo de carne de vaca, embutidos e outros produtos à base de carne vermelha por soja e derivados (especialmente carne de soja e isolados proteicos de soja) ou peixes ricos em ômega 3.

 O consumidor deve estar atento e procurar saber se o alimento teve sua eficácia avaliada por pesquisas sérias.

Esses alimentos funcionam quando fazem parte de uma dieta equilibrada, balanceada.

Um alimento para o controle do colesterol, ela somente terá resultados positivos, se a ingestão deste estiver associada a uma dieta pobre em gordura saturada e colesterol.

Não possuem contra indicação. 

Principais compostos funcionais:

Isoflavonas: tem ação estrogênica (reduz sintomas da menopausa) e anticâncer. (soja e derivados)

Proteínas de soja: reduzem níveis de colesterol ruim (soja e derivados)

Ácidos graxos ômega-3: sua função é a redução do LDL; ação antinflamatória; indispensável para o desenvolvimento do cérebro e da retina de recém-nascidos. (sardinha, salmão, atum, anchova, arenque, etc.)

Ácido a-linolênico: estimulo do sistema imunológico e ação antinflamatória. ( Óleos de linhaça, colza, soja; nozes e amêndoas)

Catequinas: atua no nível de colesterol,  na incidência de certos tipos de câncer  e estimulam o sistema imunológico.(chá verde, cerejas, amoras, framboesas, mirtilo, uva roxa, vinho tinto0

Licopeno: antioxidante e reduz o risco de certos tipos de câncer, como de próstata.( Tomate e derivados, goiaba vermelha, pimentão vermelho, melancia)

Luteína e Zeaxantina: ação antioxidantes e protege contra degeneração macular.(folhas verdes a luteína/ pequi e milho a zeaxantina)

Indóis e Isotiocianatos: indutores de enzimas protetoras contra o câncer, principalmente de mama.(Couve flor, repolho, brócolis, couve de bruxelas, rabanete, mostarda)

Flavonoides:  tem atividade anticâncer, vasodilatadora, antinflamatória e antioxidante.(Soja, frutas cítricas, tomate, pimentão, alcachofra e cereja)

Fibras solúveis e insolúveis: reduz risco de câncer de cólon; melhora o funcionamento intestinal. As solúveis podem ajudar no controle da glicemia e no tratamento da obesidade.( Cereais integrais como aveia, centeio, cevada, farelo de trigo e leguminosas como soja, feijão, ervilha, etc.; hortaliças com talos, frutas com casca)

Prebióticos – frutooligossacarídeos, inulina:  ativam a microflora intestinal, favorecendo o bom funcionamento do intestino(extraídos de vegetais como raiz de chicória e batata yacon)

Sulfetos alílicos (alilsulfetos):  redutor de colesterol e pressão sanguínea, melhoram o sistema imunológico e reduzem risco de câncer gástrico.( Alho e cebola)

 Lignanas: auxiliam na inibição de tumores hormônio-dependentes.( Linhaça, noz moscada)

Tanino: antioxidante, antisséptico, vasoconstritor.(maçã, sorgo, manjericão, manjerona, sálvia, uva, caju, soja)

Estanóis e esteróis vegetais: diminui o risco de doenças cardiovasculares(extraídos de óleos vegetais como soja e de madeiras)

Probióticos – Bífidobacterias e Lactobacilos: auxiliam nas funções gastrointestinais, reduzindo o risco de constipação e câncer de cólon.(leites fermentados, Iogurtes e outros produtos lácteos fermentados)

Procure seu médico

Texto: Dr. Leo Kahn

O que você acha?

Escrito por Dr Leo Kahn

Dr.Leo Kahn é médico atuante nas áreas de Endocrinologia e obesidade, foi diretor e coordenador clínico de instituições médicas, palestrante e conferencista internacional.
Atua como consultor médico em vários programas de rádio e TV.
Coach de Saúde de Performance e atuante em Medicina Preventiva e de Resultados.

Paulo Azevedo: eficiência à frente da dificuldade

Paulo Azevedo: eficiência à frente da superação

Paulo Azevedo

Paulo Azevedo no Brasil