in ,

Quanto tempo é preciso para chegar à Marte?

O planeta Marte é um dos objetos mais fáceis de se observar em uma noite de céu sem poluição luminosa, facilmente visível a olho nu como uma estrela vermelha brilhante. A cada dois anos, a Terra e Marte atingem o seu ponto mais próximo, chamado de “oposição”, quando Marte fica a uma distância de aproximadamente 55 milhões quilômetros da Terra. E a cada dois anos, as agências espaciais aproveitar este alinhamento orbital para enviar naves espaciais ao planeta vermelho. Mas quanto tempo leva para se chegar à Marte?

O tempo total de viagem da Terra até Marte leva em torno de 150 a 300 dias, dependendo da velocidade do lançamento, o alinhamento da Terra e de Marte, e do comprimento da viagem da nave espacial necessário para atingir o seu objetivo. Realmente só depende da quantidade de combustível que você está disposto a queimar para chegar lá. Quanto mais combustível, menor tempo de viagem.

a primeira nave espacial a fazer uma viagem da Terra para Marte foi a Mariner 4, da NASA, que foi lançado no dia 28 de Novembro de 1964 e chegou a Marte em 14 de julho de 1965, fazendo com sucesso uma série de 21 fotografias. O tempo total de voo da Mariner 4 foi de 228 dias.

A segunda missão bem sucedida a Marte foi a Mariner 6, que decolou em 25 de fevereiro de 1969 e atingiu o planeta em 31 de Julho de 1969; um tempo de voo de apenas 156 dias. O sucesso da Mariner 7 se deu com apenas 131 dias para fazer a viagem. A Mariner 9, a primeira nave espacial a ir com sucesso em órbita em torno de Marte lançado no dia 30 de maio de 1971 e chegou no dia 13 de novembro de 1971, fez uma viagem por um período de 167 dias.

 

Este é o mesmo padrão que tem se mantido para os mais de 50 anos de exploração para Marte: cerca de 150 a 300 dias.

Por que demora tanto tempo?

Devemos considerar o fato de que Marte tem a distância de 55 milhões de quilômetros de distância e a nave espacial deva viajar a uma velocidade de 20,000 km/hora, você chegaria ao planeta vermelho em um prazo de 115 dias. Isso ocorre porque tanto a Terra quanto Marte estão em órbita ao redor do Sol.

Não pode apontar diretamente para Marte e começar a disparar foguetes, porque no momento do lançamento, Marte já teria se movido. Em vez disso, a espaçonave lançada da Terra precisa ser apontada para onde Marte estará, claro que isso é feito com cálculos precisos.

Outra limitação é o combustível. Novamente, se você tivesse uma quantidade ilimitada de combustível, você lançaria a sua nave espacial em Marte, dispararia seus foguetes até a metade do trajeto e após desaceleraria para o último estágio da viagem. Com essa forma, se pode cortar o tempo de viagem em 1/4 da fração da taxa atual – mas será necessária uma taxa grande de combustível.

Autor: Cristian Reis Westphal

contato@sustentahabilidade.com.br

 

 

O que você acha?

Escrito por Cristian Reis Westphal

Estudante de Engenharia Química. Desde 2009 lidera o projeto Ciência e Astronomia, que compartilha informações nas áreas da ciência e astronomia. Trabalha com divulgação científica em escolas e disponibiliza telescópios para observações em praças.

Rede Social Osasco - O Terceiro Setor do Século XXI

Rede Social Osasco – O Terceiro Setor do Século XXI

Qual a idade verdadeira do seu cão?