in ,

E a energia nuclear?

Energia Nuclear

A energia nuclear é uma das mais eficientes maneiras de geração de energia. Sem ocupar muito espaço (como as hidrelétricas), sem causar poluição atmosférica (como as termelétricas), a geração nuclear tem uma série de vantagens. Por outro lado, porém, tem talvez a pior forma de poluição de uma fonte energética: a radiação nuclear. Esta radiação é provocada pela destruição dos átomos de urânio e gera um tipo de radiação (onda eletromagnética), prejudicial à saúde: os raios gama. O efeito destes raios é a destruição do tecido celular e a danificação dos genes, provocando crescimento descontrolado de células (câncer) e desestruturação em parte do código genético (mutações genéticas).

A usina nuclear tem como combustível o urânio processado, que funciona como combustível, aquecendo água em ciclo fechado e gerando vapor. Este vapor, por sua vez, aciona uma turbina, que pela energia cinética gera energia elétrica (como o dínamo). Depois de usado por certo tempo, o urânio 314 vai perdendo sua energia (sua capacidade de gerar calor) e precisa ser substituído por novas quantidades de combustível. O problema começa com o local da destinação deste combustível que não tem mais uso, já que este continua radiativo e pode matar pessoas e provocar danos na fauna e na flora. Até hoje não foram encontrados lugares ideais para armazenagem do urânio. Fundos de minas, locais lacrados, etc., têm sido usados como depósitos destes resíduos.

Outro problema é a ocorrência de um acidente com um reator nuclear, como sucedeu em 1986 em Chernobyl, na Ucrânia, matando 31 pessoas e forçando a evacuação de mais de 160 mil pessoas. O acidente contaminou uma imensa região (provocando efeitos em toda a Europa), contaminando campos, produtos alimentícios e a criação de animais. O acidente destruiu a economia de uma região e ainda hoje mata indiretamente centenas de pessoas, através de diversos tipos de câncer. O solo continua contaminado na região e assim deverá permanecer por dezenas de milhares de anos, já que ainda não existe tecnologia para eliminar esta radiação.

Apesar de ser defendida por muitos como alternativa limpa em tempos de mudanças climáticas, a energia nuclear, no caso de um acidente, representa um imenso perigo para as comunidades do entorno – vide o caso de Fukushima, no Japão, ocorrido em 2011.

Texto: Ricardo Ernesto Rose
contato@sustentahabilidade.com.br

O que você acha?

Escrito por Ricardo Rose

Ricardo Ernesto Rose, jornalista, graduado em filosofia e pós-graduado em gestão ambiental e sociologia. Desde 1992 atua nos setores de meio ambiente e energia na área de marketing de tecnologias.

Votorantim - Guia do Voto

Votorantim lança o App “Guia do Voto” celebrando 100 anos de legado

Diabetes em animais.